Gestor de RH: 5 dicas para fazer uma contratação eficiente

Realizar uma contratação eficiente não é tarefa fácil para um gestor de RH. Mas desenvolvendo um olhar analítico e adicionando um pouco de feeling às dicas abaixo, os responsáveis pelas contratações de uma empresa podem angariar muitos talentos para a equipe. Continue acompanhando e confira!

Quarta, 18 de janeiro de 2017


Saber a quem procurar

No corre-corre do dia a dia, nem sempre o gestor consegue expressar bem suas necessidades ao solicitar uma contratação ou nem é capaz de analisar a fundo as necessidades de sua equipe. Por isso, é fundamental que o gestor de RH, ou o responsável pela seleção, seja proativo e questionador. Ele deve tentar extrair, ao máximo, as informações do seu cliente interno e entender perfeitamente as reais necessidades da equipe.

Ser um repórter investigativo

Antes de tomar a decisão de qual dos candidatos selecionar, é importante ter certeza de que já analisou minuciosamente o currículo de cada um deles e de ter feito perguntas estratégicas para o cargo. Fazer alguns questionamentos pessoais também é válido, mas o ser humano sempre busca responder o politicamente correto.

Por este detalhe, é cada vez mais importante usufruir do que as redes sociais têm a nos dizer sobre as pessoas, ou melhor, o que as pessoas dizem e fazem nelas. Muitas empresas já solicitam o usuário dos interessados em uma vaga de emprego, nas principais redes sociais. No Instagram, Facebook e Twitter, geralmente, as pessoas mostram quem são e o que pensam.

Respeitar a fala alheia

Lembre-se sempre de que uma entrevista de emprego não é um tribunal. Por isso, não a inicie com conceitos prévios e sempre respeite o tempo de fala do candidato. Se algo que não condiz com a cultura da empresa foi dito ou identificado, apenas faça uma discreta anotação no currículo ou mentalmente e não interrompa drasticamente o processo. Neste caso, o melhor a fazer é reduzir as perguntas e abreviar o tempo da entrevista, sempre de forma cortês.

Trazer o gestor para a peneira

Apesar da participação do gestor no processo seletivo ser uma prática muito comum nas empresas, muitas delas o incluem apenas no processo final da seleção. Quando há disponibilidade, é muito interessante convidar o gestor a participar de todo o processo. Ele pode até estar presente nos primeiros encontros apenas como um ouvinte, sem se identificar e participar. Isso permite com que ele conheça um pouco melhor os candidatos e evita aquela situação desagradável do candidato ter que repetir as mesmas respostas algumas vezes para diferentes pessoas. Permita-o participar desde os primeiros filtros!

Cumprir prazos e dar retornos

É muito comum que o contato do candidato com o gestor de RH ou sua equipe seja o primeiro contato do profissional com a cultura organizacional da empresa. E qual é a primeira imagem que o setor de Recursos Humanos e a empresa querem transmitir?

Essa reflexão se faz importante pelo grande número de reclamações acerca dos processos seletivos. Muitos candidatos sofrem com a ansiedade causada pela falta de retorno, positivo ou negativo, das seleções. Portanto, é importante cumprir horários, prazos e ter o compromisso de contatar os candidatos, não apenas no caso de negativa para determinada vaga.

Estas são apenas cinco dicas que o gestor de RH pode executar para tornar uma contratação eficiente. Mas há diversas outras táticas que complementam as citadas. Compartilhe conosco quais você conhece e domina ou deixe suas dúvidas nos comentários!


TAGS desta postagem

voltar

Comentários